Google News - Top Stories

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

FIA Homologa Construtores para a Segunda Temporada da Fórmula E


A FIA - Federação Internacional de Automobilismo aprovou no último dia 3 (03/08/2015) a homologação dos oito fabricantes (construtores) que irão fornecer propulsores para as 10 equipes que irão competir na segunda temporada do Campeonato da FIA Fórmula E (campeonato dos carros de corrida puramente elétricos).

A partir da próxima temporada (2015/2016), que começa em Pequim, Chuna, em 17 de outubro, a série vai se tornar um campeonato aberto, permitindo que os fabricantes desenvolvam as suas próprias inovações em casa, começando com o desenvolvimento de sistemas de tração (powertrains) sob medida.

A fim de limitar os custos e promover os investimentos e as inovações nas áreas mais importantes, a liberdade de aplicação daquilo que é desenvolvido pelos fabricantes está inicialmente limitado apenas ao sistema de tração (mais especificamente ao motor elétrico, o inversor, o sistema de arrefecimento a (do motor e do inversor) e a caixa de mudança de cinco velocidade sequencial / transmissão diferencial.

Para a temporada em questão, todas as demais partes dos carros vão permanecer como estão (tal qual foram desenvolvidas no projeto original do carro Spark-Renault SRT_01E, empregado como carro comum a todos, na temporada passada), com o objetivo de prevenir (coibir) desenvolvimentos aerodinâmicos caros (e não prioritários).

Das 10 equipes (escuderias), oito irão utilizar os seus próprios propulsores (sistema de tração ou powertrain), enquanto que a escuderia Dragon Racing (norte-americana) fará parceria com a escuderia Venturi (Francesa) para executar powertrain do fabricante francês e, por sua vez, a re-nomeada equipe Aguri (japonesa, ex-Amlin Aguri) permanecerá como que na primeira temporada, com o pacote Spark-Renault SRT_01E.

Obviamente que, de tudo que está sendo desenvolvido de novo, as equipes e os construtores têm buscado manter o tradicional segredo e, por isso, nada, ainda, temos para mostrar, ou mesmo comentar, a respeito, de modo eu convido os amigos para ficarem com a impressão desta imagem (abaixo), que é relativa ao Spark-Renault SRT_01E.





Na primeira temporada de Fórmula E, todos as dez equipes participantes utilizaram carros​​ monopostos idênticos, que foi projetado e construído pela Spark Racing Technology (o Spark-Renault SRT 01E), juntamente com a participação de McLaren, Williams, Dallara, Renault e Michelin

As 10 equipes farão suas estreias públicas no primeiro teste de pré-temporada oficial em Donington Park (Inglaterra) na próxima segunda-feira (10 de Agosto). Os detalhes sobre como se inscrever para bilhetes gratuitos para esta apresentação de estréia estão disponíveis aqui (site não disponível para o Brasil, na data desta edição).

A Manutenção de segredos também está afetando a disponibilidade dos nomes dos pilotos que irão correr nesta nova temporada: do total de vinte possíveis pilotos (no mínimo, sem contar eventuais reservas), apenas quatro já têm os seus nomes devidamente confirmados (com informação disponível no site oficial da FIA) e, entre eles estão dois brasileiros: Nelson Piquet Jr. e Lucas Di Grassi (respectivamente o campeão e o terceiro colocado da temporada passada, enquanto que, o nome de Bruno Senna, que correu na temporada passada, ainda não está confirmado).

São, ao todo, dez equipes (ou escuderias), cada uma com dois pilotos (no mínimo), participando desta nova temporada do Campeonato da FIA Fórmula E. Clique aqui para saber mais sobre aqueles que competem na temporada 2015/2016. Como alternativa, para saber mais sobre as equipes e pilotos que competiram na primeira temporada (temporada passada), clique aqui

Conforme anunciado anteriormente, a Virgin Racing agora irá se chamar DS Virgin Racing em virtude da sua parceria com a DS Automobiles, enquanto Audi Sport ABT (equipe do Lucas Di Grassi) será conhecida como ABT Schaeffler Audi Sport após a sua ligação com o fabricante líder de tecnologia.

As Dez Equipes de Fórmula E são:

  • ABT Schaeffler Audi Sport
  • Andretti Formula E Team 
  • Dragon Racing 
  • DS Virgin Racing
  • e.dams-Renault
  • Mahindra Racing
  • NEXTEV TCR
  • Team Aguri
  • Trulli Formula E
  • Venturi Formula E

Alejandro Agag, CEO da Fórmula E, comentou: "Após a nossa bem sucedida temporada inaugural, é muito positivo para o campeonato ter 10 equipes registradas para a segunda temporada, vários dos quais têm o apoio dos principais fabricantes. Isto mostra claramente a força da série e já estamos ansiosos para começar os preparativos para a próxima temporada em curso."

Fiquem de olho no Calendário (o torçamos para o Brasil, enfim, e ao contrário da temporada passada, possa ser contemplado com aquela "etapa misteriosa", que se encontra assinalada com "TBD", ou seja "To Be Defined". Ela está tão perto, no visual do mapa, que não custa nada, ao menos, acreditar.

Curiosidade: O Som dos carros de Fórmula E


Os organizadores da Fórmula E sabem que o "barulho" de qualquer carro de corrida é muito importante para os seus fãs, razão pela qual o som do novo Spark-Renault SRT 01E tem uma das características mais originais e emocionantes do campeonato. 

Ao contrário da crença popular, os carros de Fórmula E estão longe de produzir tum total silêncio, mas, sim, um som futurista moderno, proveniente, principalmente, da comutação do dispositivos semicondutores de potência do inversor sobre os enrolamentos do motor elétrico que, combinado com o atrito normal dos pneus na pista, e o som do pacote aerodinâmico do carro, tem agradado aos fãs, não deixado nada a desejar.

Em alta velocidade o som produzido por um SRT_01E é de aproximadamente 80 decibéis, mais do que a média de um carro a gasolina de estrada moderno, que produz cerca de 70 db.

Ouça o som futurista de um típico carro de Fórmula E:


Veja Também:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Este trabalho de André Luis Lenz, foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.